Piggy Gold

Senai-MT abre 3500 vagas gratuitas em cursos para Pessoas com Deficiência

Entre as vagas disponíveis, estão os cursos exclusivos para quem deseja se qualificar em Língua Brasileira de Sinais (Libras), informática, mecânica de bicicleta, panificação, entre outras áreas

Jean Peterson Tavares Maronez, 21, é estudante de Tecnologia da Informação para Cegos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-Rondonópolis). O curso foi criado especialmente para as Olimpíadas do Conhecimento - competição bienal de educação profissional que, a partir de 2014, terá uma modalidade específica para pessoas com deficiência. O jovem adora tecnologia, informática, rádio, futebol, goalball, aviação e viajar. Faz tudo o que deseja e algumas pessoas até podem questionar: como ele consegue? Peterson perdeu a visão logo após o nascimento, só que em vez de lamentar, ele decidiu superar os problemas e aproveitar as oportunidades. Em busca de histórias como essa, o Senai-MT abriu 3500 novas vagas em cursos gratuitos de educação profissional do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Entre as vagas disponíveis, estão os cursos exclusivos para quem deseja se qualificar em Língua Brasileira de Sinais (Libras), informática, mecânica de bicicleta, panificação, mecânica de automóveis, costura industrial, entre outras áreas, de acordo com a demanda de cada unidade educacional em todo o Estado. Para os cursos que não são exclusivos, o único critério é atender os pré-requisitos específicos da vaga. As escolas têm acessos facilitados, banheiros, laboratórios e carteiras adaptadas. Os materiais didáticos são personalizados ao estudante e podem ser disponibilizados em braile ou áudio. Para facilitar o entendimento, quando necessário, os alunos têm o acompanhamento de um tradutor/intérprete de libras.

Assistência Estudantil – Os estudantes do Pronatec recebem R$2 por hora/aula. A assistência é garantida mesmo para os Beneficiários de Prestação Continuada (BPC),  Bolsa Família ou outros programas sociais. “Somente se esse aluno de fato entrar no mercado de trabalho, ele deverá ‘fechar’ o seu BPC, caso não tenha êxito no trabalho e pare de trabalhar, deverá pedir a volta do benefício”, explica a coordenadora do programa de ações inclusivas do Senai-MT, Denise Torres Molina.

Olimpíadas do Conhecimento - O Senai-MT está convocando jovens e adultos que queiram aprender uma nova profissão, ao mesmo tempo em que se preparam para as Olimpíadas do Conhecimento. Entre as principais categorias da competição estão: mecânica de automóveis, para pessoas em cadeiras de rodas (Senai-Várzea Grande), panificação para pessoas com Síndrome de Down, costura industrial para deficientes auditivos ou surdos e informática para cegos (Senai-Cuiabá).

Para participar, o aluno deve procurar a unidade e fazer a inscrição. Ele participará de um processo seletivo que dará direito a vaga na competição. “As Olimpíadas são um desafio a ser superado e uma oportunidade de estudar mais e me aperfeiçoar na área que escolhi para exercer minha profissão”, pontua o estudante Jean Peterson. O Senai-Cuiabá está localizado na XV de Novembro (065 3612-1700) e o Senai-VG no Bairro Cristo Rei (065 3688-1200).

Relacionadas

Leia mais

Cresce a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho
SENAI é referência na inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho
8 projetos do SENAI que promovem a acessibilidade e a inclusão de pessoas com deficiência

Comentários

Piggy Gold Mapa do site